Organizações ainda se ressentem de maior nível de conhecimento sobre desenvolvimento Ágil

2019-08-22_consulting_desenvolvimento-ágil_banner.png

Maior conferência global para o avanço das práticas ágeis discute as tendências da metodologia e aprofunda estudos que revelam a necessidade de ampliar a especialização para aplicar o conceito.

No início de agosto, em Washington, DC, foi realizado o AGILE2019, considerado o maior encontro internacional dedicado ao avanço das práticas ágeis. Realizado pela Agile Alliance, a programação contou com especialistas como Chris Bailey, autor do novo livro best-seller "Hyperfocus: como ser mais produtivo em um mundo de distração"; Lynne Cazaly, autora do livro "ish: O problema com a nossa busca pela perfeição"; e Portia Tung, executiva e coach de negócios da The School of Play.

Além de todo o conteúdo, segundo matéria publicada pelo portal Infoq.com, na ocasião foi oficialmente iniciada a coleta de opiniões para o 14º relatório ‘State of Agile’ no qual profissionais de software de todo o mundo apresentam suas perspectivas e compartilham seus pensamentos sobre o estado de agilidade em suas organizações. 

O estudo foi publicado nos últimos 13 anos e é considerado um dos principais indicadores da adoção de práticas ágeis no mundo. Na última edição, publicada no mês de maio, o destaque foi o nível de disseminação da metodologia. O relatório trouxe um índice de 97% das organizações dizendo que praticam métodos ágeis de desenvolvimento.

Por outro lado, a preocupação ficou por conta do nível de proficiência nas práticas ágeis, pois apenas 17% das organizações afirmaram ter um alto nível de proficiência com essas técnicas.

A pesquisa mostrou também que os custos reduzidos dos projetos representam o principal fator para a adoção do método Ágil. De acordo com o State of Agile de 2019, essa alternativa registrou um aumento de 71% como opção escolhida pelos participantes em relação às respostas obtidas em 2018.

Segundo o trabalho, outro fator considerado importante foi o aumento da moral da equipe. Enquanto isso, aspectos como o aumento da produtividade e a redução do risco tiveram menor escolha do que no ano anterior.

Entre as conclusões dos desenvolvedores do relatório, se destaca o fato de que o método Ágil se torna cada vez mais importante à medida que as organizações buscam desenvolver e fornecer software de qualidade com mais eficiência, maior velocidade e ampliação do valor para os clientes.

Justamente o domínio de técnicas ligadas à transformação digital como o desenvolvimento Ágil levou a Sinqia à condição de consultoria de gestão de negócios responsável pela aprovação e constituição de mais de 150 novas instituições financeiras junto ao Banco Central do Brasil, e pela implementação de mais de 50 operações financeiras.

Toda essa produção permitiu à companhia acumular conhecimento e experiência suficientes para entender e atender todas as necessidades das empresas entregando a solução certa para cada estratégia, com o menor custo, a maior velocidade e o máximo de eficiência.

Entre em contato. Vamos ser ágeis juntos.

Otávio Barros